Outros Destaques


CANTANHEDE

Distinções no 119.º aniversário

CANTANHEDE-Distinções no 119.º aniversário

A atribuição do Crachá de Ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses ao comandante José Oliveira e ao bombeiro de 2.ª Mário Rui Pires foi um dos pontos altos da cerimónia comemorativa do 119.º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede. Entregues por Jaime Marta Soares, os galardões certificaram os 40 anos ininterruptos de serviço à população.
A inauguração e bênção do um Veículo de Comando Tático, resultado da conversão de um usado oferecido pela EDP, constituiu um outro momento de relevo desta sessão. Outra das “prendas” recebidas pelo de Bombeiros de Cantanhede foi o compromisso da autarquia em propor à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) a criação de uma nova Equipa de Intervenção Permanente (EIP). Esta foi ainda a ocasião para o município garantir financiamento para a aquisição de 20 novos equipamentos de proteção individual (EPI) destinados ao combate a incêndios urbanos. Embora esta instituição atravesse momentos de “crescimento e vitalidade”, o presidente da Direção, Adérito Machado, aproveitou a sessão solene para lembrar as dívidas do Estado aos Bombeiros de Cantanhede que, segundo as suas contas, “ascendem aos 184 mil euros”.
“A Associação foi criada para prestar serviço humanitário e social e não para financiar o Sistema Nacional de Saúde, como está a acontecer”, sublinhou o dirigente, que disse acreditar ter chegado a “hora dos serviços hospitalares terem vergonha na cara e regularem as dívidas que têm com os bombeiros”.
Adérito Machado referiu ainda que “com a subida do preço dos combustíveis, o aumento do ordenado mínimo, a imposição da redução obrigatória para metade do número de doentes a transportar, somando a higienização das viaturas e utilização dos equipamentos de proteção individual nos transportes, os bombeiros estão a trabalhar para aquecer”.
Na mesma linha, o presidente da direção, considerou que “está na hora do Estado ter consciência e atualizar o preço pago por quilómetro, que é de 0,51 cêntimos desde 2012”.

Sofia Ribeiro
30.11.2021 | 16h23