Destaques


EFEMÉRIDE

INEM assinala 40.º aniversário

  • EFEMÉRIDE-INEM assinala 40 aniversário
O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) assinala hoje, dia 3 de agosto, o 40.º aniversário, "dirigindo palavras de profundo reconhecimento a todos os profissionais que trabalham ou trabalharam no Instituto e que tornaram possíveis estas quatro décadas de atividade ao serviço de Portugal".
Num texto enviado aos órgãos de comunicação social, a propósito da efeméride, o INEM recorda alguns marcos de uma história que começou a ser escrita em 1981 sob a égide de um Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM), capaz de prestar de forma estruturada cuidados de emergência médica pré-hospitalar a todas as pessoas vítimas de acidente ou doença súbita.
Desde a implementação dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), até ao estabelecimento de uma rede de meios de emergência nacional e abrangente, com cobertura de todo o território continental, os objetivos a que o INEM se propôs "guiaram-se sempre pela mesma premissa:
proporcionar a todas as pessoas que dele necessitem um serviço de emergência médica pré-hospitalar acessível, eficaz e de qualidade". A comprová-lo um grau de satisfação "na ordem dos 97% e uma taxa reduzida de reclamações face ao volume dos serviços prestados", indicadores que segundo os responsáveis do INEM, traduzem "a profunda confiança que os portugueses e as portuguesas depositam no INEM e nos seus profissionais".
Para garantir um SIEM "robusto e abrangente", este organismo tem promovido parcerias com diversas instituições, nomeadamente com os bombeiros, mas também, com a Cruz Vermelha Portuguesa, a Polícia de Segurança Pública, a Guarda Nacional Republicana, e unidades de saúde. "Todos estes parceiros têm sido fundamentais para a sustentação do SIEM, apoiando e contribuindo para a prossecução do principal desígnio e missão do INEM: salvar vidas", pode ler-se no comunicado enviado às redações.
Em paralelo, o INEM tem procurado "reforçar, inovar e diversificar" os serviços que presta, designadamente o Centro de Informação Antivenenos (CIAV), o Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise (CAPIC), ou ainda, o Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa (PNDAE).
O desenvolvimento de novos meios de emergência para responder de forma adequada, diferenciada e sustentada às populações, designadamente, as Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER), as ambulâncias do Transporte Inter-hospitalar Pediátrico (TIP) e de Suporte Imediato de Vida (SIV), ainda os Motociclos de Emergência Médica (MEM), os Helicópteros de Emergência Médica (HEM), as Viaturas de Intervenção em Catástrofe (VIC), ou as Unidades Móveis de Intervenção Psicológica de Emergência (UMIPE), para além das Ambulâncias de Emergência Médica (AEM). Internacionalmente, o INEM tem desempenhado também um papel ativo em missões humanitárias de apoio à saúde das populações, ou mesmo em situações de catástrofes internacionais. Em 2019, este esforço foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) com a certificação do Hospital de Campanha do INEM como Emergency Medical Team, capacidade que passou a integrar o Voluntary Pool do Mecanismo Europeu de Proteção Civil.
Atualmente, os CODU do INEM garantem o atendimento de todas as chamadas de emergência realizadas em Portugal continental e que à saúde digam respeito e todos os concelhos contam com meios de emergência médica afetos ao INEM ou aos seus parceiros do SIEM. Além dos meios dos parceiros, nomeadamente corpos de bombeiros em Portugal estão disponíveis mais de 150 meios operados diretamente pelo INEM: quatro HEM, 44 VMER, quatro TIP, 40 SIV, 56 AEM, oito MEM e quatro UMIPE, tripulados por uma grande equipa de profissionais, que integra médicos, enfermeiros, técnicos de emergência pré-hospitalar, psicólogos e pilotos. Um trabalho operacional que é acompanhado e suportado por mais de uma centena de profissionais nas áreas logística, tecnologias da informação, gestão e planeamento, gestão financeira, gestão de instalações, recursos humanos, a que se somam os serviços jurídico, qualidade ou comunicação. "Graças ao empenho, dedicação e competência dos profissionais de todas as carreiras e categorias profissionais que têm trabalhado ou colaborado com o Instituto, volvidos 40 anos após a sua criação, o INEM continua a ser uma das instituições públicas com maior credibilidade, confiança e reconhecimento pelos relevantes serviços prestados, diariamente, para dar resposta às necessidades em saúde e cuidados de emergência médica pré-hospitalar a todas as pessoas que deles necessitam", é assinalado na mesma nota.

Sofia Ribeiro
03.08.2021 | 12h41