PUB

Capa do jornal "Bombeiros de Portugal"

Director: Rui Rama da Silva

segunda-feira,

14/10/2019

22:20

Respigos de um final de verão

10/09/2019 12:37:40

O mês de setembro 2019 fica, tristemente, marcado pela morte de dois dos seus bravos soldados da paz.

A grande família dos bombeiros de Portugal perdeu, no dia 5, de forma trágica o jovem comandante dos Voluntários de Cête. O capitão da Força Aérea Noel Ferreira era o único tripulante do um helicóptero que combatia um incêndio em Valongo.  Dias mais tarde, e após um combate árduo e de vários anos, a doença venceu Marinho Gomes deixando mais pobre Celorico de Basto que perdeu um cidadão exemplar que muito deu aos seus bombeiros, ao concelho, ao distrito de Braga e, em bom rigor, ao País.

Importa não esquecer estas duas figuras que deverão servir de modelo e de inspiração para os que estão e para os que no futuro venham a integrar os efetivos nos quartéis de todo o País.

Portugal deve-lhes um “Obrigado”! 

                                                                                 *

Em plena silly seson, porque felizmente, por motivos vários, mas, sobretudo porque o verão se afirmou tímido -  logo o número e a dimensão dos incêndios reduziram -, ganhou expressão, uma investida das Finanças, alegadamente, decidida a travar o processo de renovação das ambulâncias que, ao serviço dos bombeiros, acrescentam prontidão e a eficácia ao socorro com chancela do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) prestado de Norte a Sul do País.

Em causa estava a substituição de 75 ambulâncias que operam nos postos de emergência médica (PEM) instalados nos quartéis de bombeiros e que há muito aguardam a chegada das novas viaturas, até porque muitas das existentes acusam desgaste e, em muitos casos, estão mesmo inoperacionais.

Valeu o pronto envolvimento da Liga dos Bombeiros Portugueses, para que as revindicações das associações humanitárias, em prol dos portugueses, fossem atendidas, com a promessa que já em setembro serão firmados os protocolos que viabilizam a aquisição das novas ambulâncias INEM.

                                                                                          *

Há já três anos que os corpos de bombeiros da área da grande Lisboa apoiam os congéneres do distrito de Viana do Castelo. O projeto parece já amadurecido e com êxito, garantem os que deixam tudo para, durante três meses, enfrentarem o desafio, mas, sobretudo, os que, de braços abertos, recebem e saúdam a boa vontade dos operacionais da capital.

BRIGADA JAVALI_5.jpg

No final, feitas as contas e, assim, em jeito de balanço, sobram dividendos para todos, até porque a partilha e troca de experiências e de conhecimento que só podem enriquecer as mulheres e homens que servem esta causa, na sua ou na casa de outros, conferindo um sentido de universalidade à missão dos bombeiros.

                                                                                                                                                 Sofia Ribeiro

 

PUB