PUB

Capa do jornal "Bombeiros de Portugal"

Director: Rui Rama da Silva

sexta-feira,

04/12/2020

20:35

Veteranos na pedincha

05/11/2020 10:53:24

Falamos da pandemia do COVID 19 que grassa por todo o país. Mas há outras pandemias que também andam por aí, com outras consequências, lesivas do bom nome das instituições e dos seus operacionais.

Uma delas, com que quase todas as associações e os seus bombeiros se viram confrontadas nos últimos anos é a venda de rifas promovida por uma autodenominada associação de veteranos de guerra. Com um modus operandi conhecido de todos, lesivo da imagem dos bombeiros.

Como é sabido, envergam coletes vermelhos que se confundem com as fardas dos bombeiros e “vendem” rifas para a aquisição de ambulâncias para os bombeiros que não identificam. Suscitam confusão juntos dos cidadãos e impelem-nos a ajudar sem saber para quê exatamente.

Saltitam pelo país todo, ora aqui, ora ali, a coberto de uma autorização do MAI que, não obstante, os sucessivos e frequentes protestos dos bombeiros tarda em ser suspensa.

Em tudo isto, saem mal os bombeiros ao verem a sua imagem usurpada e maltratada. Ficam mal os verdadeiros veteranos militares cujo orgulho sai molestado e ofendido. Ficam mal as populações vítimas da sua generosidade e simpatia para com os bombeiros, enganadas pela abordagem de maltrapilhos apalhaçados a fingir de bombeiros. E fica mal o MAI permitindo esta verdadeira palhaçada persista e continua a correr o país com a sua autorização.

Os militares veteranos merecem-nos todo o respeito e acreditamos que são alheios a esta situação. Acreditamos, aliás, que este expediente os ofende profundamente.

Este “negócio” só diz respeito ao MAI e às polícias, a quem cabe por cobro e investigar, a bem da verdade e do respeito que os militares, os bombeiros e os cidadãos merecem.

PUB