PUB

Capa do jornal "Bombeiros de Portugal"

Director: Rui Rama da Silva

quinta-feira,

22/11/2018

10:31

Só agora é que pagaram

03/08/2018 11:00:30

Amigos, a ANPC pagou as despesas extraordinárias dos fogos florestais. Ainda bem que aconteceu. Mas em vez de dizerem que já tinham pago, como se tivessem sido rápidos a fazê-lo, melhor seria que dissessem que só agora é que acabaram de pagar. Essa é que é a notícia. Há muito que o dinheiro já devia estar nas associações. Mais uma vez estas serviram de barriga de aluguer da ANPC ao anteciparem pagamentos que esta deveria diligentemente ter pago mais cedo ou, como a Liga mais vez sugeriu, que tivessem dado um adiantamento às associações cujo apuro final fosse agora concluído. É bom que paguem mas melhor é que paguem a horas.

Todos lamentamos o que se passou na Grécia. Infelizmente não é só em Portugal que ocorrem daqueles fenómenos e com tão trágico balanço. Custa-me dizê-lo, mas tem que ser. Cá disseram tudo dos bombeiros voluntários mas lá como são profissionais se calhar foi por isso que ninguém disse nada. Ou será porque sendo uma coisa ou outra lá na Grécia merecem sempre respeito?!E ainda mais, quando têm quase vinte aviões canadair.

Há dias assistimos à entrega de mais viaturas para o GIPS/GNR e para FEB. Ainda bem digo eu sem hipocrisia. Mas como diz o nosso presidente da Liga, uns são filhos e outros enteados.

Eu até nem invejo e desejo que Deus lhes acrescente mas os bombeiros mais vez ficarem a ver navios é que não.

Ao todo dizem que são 124 viaturas. Agora foram 20 VLCI para o GIPS e 16 VLCI para a FEB. Dentro de pouco tempo, são mais 19 VLCI e 16 VFCI para o GIPS e 4 VFCI para a FEB. Dinheirinho do Orçamento de Estado segundo se diz.

E ainda por cima nem tiveram que candidatar-se a verbas comunitárias, com tudo aquilo que se sabe, e estar sujeitos aos pareceres da ANPC. Se estivessem sujeitos a esses pareceres se calhar também eram brindados com pareceres negativos como muitas das nossas associações. Precisamente aquelas, pasme-se, que conseguiram obter as viaturas de outro modo, que estão a ser concluídas, e que a ANPC já procurou saber quando estarão disponíveis. No mínimo não têm vergonha.

A história das vistorias às ambulâncias de socorro a viajar para Aveiro ainda não acabou. Só em Portugal é que acontece uma coisa destas. Senhor presidente da Liga continue a reclamar como bem tem feito contra isso. Eu bem o tenho ouvido, não desarme, é outra vergonha.

 

PUB