PUB

Capa do jornal "Bombeiros de Portugal"

Director: Rui Rama da Silva

quinta-feira,

22/08/2019

23:21

Sem pés nem cabeça

05/02/2019 15:17:19


Amigos, esta das multas por excesso de velocidade aplicadas às ambulâncias apanhadas pelos radares continua a ser uma história sem pés nem cabeça. Será que restam dúvidas de que as ambulâncias vão em marcha de urgência? Será que depois de exibidos cópias de verbetes ou outros documentos que comprovem o mesmo a trapalhada continua?

Todos sabemos que os radares têm uma função e sobre isso não temos dúvida. Mas também não temos dúvida que não há regra sem exceção como é o caso das ambulâncias e outras viaturas de socorro cuja marcha esteja assinalada e comprovada.

Isto não é uma questão. Isto é uma falsa questão. Por tudo isso é lamentável que nos consuma tanto tempo e porventura também dinheiro. A função dos bombeiros e dos dirigentes não é andarem a tratar destas bizarrias. Elas deviam estar resolvidas por natureza, mas parece que há ainda alguns que pensam ao contrário e que teimam em prejudicar e causar problemas aos restantes.

Acabem de uma vez por todas com isto. Oiçam os bombeiros, as suas associações, as federações e a própria Liga, que não se cansam em contestar tais disparates.

Todos sabem que os bombeiros deverão ser dos primeiros a cumprir com as regras da estrada. Mas quando outros valores se levantam, depois de acautelado o seu impacto e as próprias regras da segurança própria e de terceiros, nada deverá obstar à marcha de urgência.

O circo vem às nossas terras no período natalício e no verão. Pelos vistos as multas por excesso de velocidade também.

Amigos responsáveis por tudo isso vejam o que andam a fazer e não massacrem mais os bombeiros com papéis porque a missão deles não é essa.

 

PUB