PUB

Capa do jornal "Bombeiros de Portugal"

Director: Rui Rama da Silva

segunda-feira,

23/10/2017

07:21

Não nos pomos em bicos de pés

30/12/2016 13:08:51


Aqui na nossa associação já é tradição que no Natal e na passagem de ano façamos um convívio com amigos e familiares, todos os que desejem estar connosco. Cada um trás um doce ou salgado e passamos aqui umas horas bem passadas e prontos a arrancar para o que for preciso.

Os piquetes desses dias acabam por ter muito mais gente, seja de noite ou dia, e até chegam a dobrar.

É assim, é uma tradição. E quem está em casa confia que os bombeiros estejam no seu posto como acontece sempre, todos dias do ano.

É certo que não deixa de ser um sacrifico sair do aconchego das nossas casas, da beira do fogo da lareira, para vir aqui para o quartel. Mas também é certo que nos bombeiros também está outra parte da nossa família, nem será família de sangue, mas é de muita amizade, muitos sacrifícios e até apertos, ou momentos felizes vividos em conjunto. No fundo somos uma família, a dos bombeiros, com muitas outras famílias de cada um deles dentro.

Outro dia estávamos a falar sobre este grande convívio que se organiza aqui no Natal e no fim do ano quando alguém nos veio mostrar uma notícia do jornal em que dizia que o INEM garantia que ia ter mais meios na rua nessas alturas. Só pudemos rir com essa notícia porque também é isso que fazemos sem nos por em bicos de pé. As pessoas cá da terra sabem que estamos cá, que até somos mais nessa altura. E até há alguns vizinhos e amigos que espontaneamente também aparecem para conviver connosco.

Não precisamos de dizer que estamos cá no quartel porque as pessoas sabem-no bem, porque nos conhecem e sabem que apostamos tudo na segurança de quem precise de nós. Se alguém precisa de se por em bicos de pé é lá com eles.

 

PUB