PUB

Capa do jornal "Bombeiros de Portugal"

Director: Rui Rama da Silva

terça-feira,

12/12/2017

21:50

Então a história dos canudos

04/10/2017 12:47:43


Anda para aí muita confusão à volta dos canudos, uma história de doutores, que uns dizem que são e que outros dizem que não são e acho que a missa ainda vai a santos. Os canudos mais parecem ser passadores com a confusão que passa pelos buracos.

Aqui no quartel temos falado muito dos doutores que apareceram por aí de um momento para o outro. Pareciam couves a medrar de um dia para a noite. Cada um lá sabe da sua vida mas que faz espécie, faz.

Depois, há também a história dos próprios canudos lá da Autoridade. Mas vejamos: as pessoas em causa são incompetentes ou não? Ainda ninguém disse nada sobre isso pois não? Os ditos canudos são legais ou não? Na altura, mesmo que a gente discorde, cumpriram ou não como a lei permitia? Se são incompetentes porque razão não explicam em que é que o são ou foram? Se os canudos são legais apesar de podermos não concordar não será bom averiguar também quem permitiu que assim acontecesse ou esta coisa não tem pai nem mãe? Terão querido fazer doutores à pressão, sabe-se lá porquê?

A ver vamos como isto vai acabar mas para já continua a cheirar mal.

Outra coisa curiosa. Outro dia mostraram-me um artigo de um tal senhor José Ferreira Machado num jornal onde pergunta no fundo se os bombeiros voluntários, por serem voluntários, estarão à altura do desafio dos incêndios florestais. Questiona-se até se as estruturas organizativas baseadas no voluntariado são as mais adequadas. Gostava de o conhecer para lhe explicar o que se passa ou não passa. Depois de falar do que sabemos sobre a desorganização da floresta e da falta de prevenção que percebe que quando resolvida irá diminuir os incêndios, acaba por afinal questionar-se sobre a eficácia no seu combate.

Isto faz lembrar os hospitais. O facto de não conseguirem responder muitas vezes a tudo o que aparece será por termos bons ou maus médicos, enfermeiros ou auxiliares? Nunca ouvi questionar os médicos só por terem muitos doentes por tratar. As pessoas queixam-se é dos hospitais e do Estado que não resolve a situação. E no caso dos bombeiros, eles é que têm a culpa dos incêndios serem difíceis de apagar porque antes ninguém organizou a floresta e não fez prevenção contra os fogos? Só faltava esta.

PUB